Eficiência Hídrica em Edifícios e Espaços Públicos…

… O Caminho para a Gestão Sustentável da Água!!!

“Inovação vai ser muito importante no sector da Água”

Posted by eficienciahidrica em 2010/12/28

O acesso à água como direito humano vai condicionar a próxima década, no que diz respeito ao abastecimento e saneamento, nos países em desenvolvimento. A opinião é de Alexandra Serra, administradora da Águas de Portugal, explicitando: “Tem de se operar um salto qualitativo. Não há alternativa”.

A nível nacional o cenário é outro. “Temos dificuldades para pôr em prática aquilo que planeamos. A inovação vai ser muito importante no sector, com a crise a ser uma oportunidade para darmos um salto qualitativo. As soluções passam por conseguirmos atrair talentos para este sector e conseguir inovar em tecnologias, em abordagens”, adverte a especialista que recorda que “em Portugal, somos muito bons na relação entre água e energia”.

Em matéria do uso eficiente da água, Alexandra Serra aponta ainda uma lacuna: falta ligar as universidades e os centros de investigação com as entidades gestoras e as empresas no terreno. “É importante conseguir conjugar esforços e inovar nesta componente. Desta forma, é criado valor para as entidades gestoras, as empresas de tecnologia, a investigação e o País. A grande questão é como fazer isto. Era importante que houvesse uma prioridade clara e definida, que passasse, por exemplo, por criar bolsas e protocolos de colaboração com jovens investigadores em entidades gestoras e empresas. Na prática trata-se de investigação aplicada”.

Em termos dos sistemas de abastecimento de água e saneamento de águas residuais, o grande desafio vai para novas soluções de financiamento para a renovação de redes, sustentabilidade financeira e implementação da recuperação de custos. “O sector precisa de consolidar. Irá haver uma maior agregação de sistemas. O sector vai ter que consolidar mais na baixa, para conseguir ultrapassar os constrangimentos de falta de sustentabilidade financeira e ambiental, adverte Alexandra Serra. Para a especialista, as tarifas vão subir “necessária e inevitavelmente”, para que haja recuperação de custos…

… No que respeita à recuperação dos custos de serviços, está em causa a sustentabilidade financeira dos serviços de água. “Existe um problema grande de gestão patrimonial em países com maior história de infra-estruturas. Em Portugal, nas redes de distribuição e nas redes de recolha essa necessidade já é muito patente. Basta olharmos para as perdas de água”, diz Alexandra Serra.

Adaptado de: http://www.ambienteonline.pt/noticias/detalhes.php?id=10121

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: