Eficiência Hídrica em Edifícios e Espaços Públicos…

… O Caminho para a Gestão Sustentável da Água!!!

Archive for Julho, 2010

Aveiro procura caminho para a gestão sustentável da água

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/25

Numa altura em que a EFICIÊNCIA está na ordem do dia, este projecto não poderia vir em melhor altura. A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro – Baixo Vouga (CIM Região de Aveiro) quer criar um Modelo de Certificação Hídrica para dispositivos, edifícios e espaços públicos e editar um guia para as boas práticas do uso sustentável da água. Além desta acção central, o projecto engloba a intervenção num conjunto de edifícios e espaços públicos. Após uma acção de diagnóstico, serão feitas propostas para beneficiação da Eficiência Hídrica, complementadas com acções de formação e sensibilização.

De acordo com José Ribau Esteves, presidente da CIM Região de Aveiro, o projecto está já executado a 30%. “Foi feita a planificação, a contratação dos recursos humanos, a escolha dos edifícios e jardins públicos, estando agora a ser elaborada o plano de monitorização para podermos avançar para a definição e implantação das medidas de melhoria da Eficiência Hídrica”, avança o responsável.

Para o edil, a boa gestão da água é um objectivo muito importante por questões de natureza ambiental e financeira. “A Água é um bem precioso que precisamos de gerir de forma racional”, afirma.

O projecto tem um orçamento global de aproximadamente 750 mil euros, com uma comparticipação FEDER do Programa Operacional da Valorização do Território de 520 mil euros (70%).

Fonte: Jornal “Água & Ambiente”, n.º 140 (Julho 2010)

Posted in 1. O Projecto, 1.6. Nas Notícias | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

“Não se atinge o equilíbrio económico e financeiro sem ganhos de Eficiência”

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/25

“A sustentabilidade tem vários factores e vários critérios e é preciso que eles sejam todos levados em consideração. Não é só a sustentabilidade económica e técnica, mas também a social e operacional. Isto obriga a uma compatibilização de critérios de modo a assegurar que não há um que predomina sobre o outro.”

“Este sector tem duas características: do ponto de vista económico e financeiro, ainda não assegurou a sua sustentabilidade, mas é também um sector onde há ainda a necessidade e possibilidade de ganhos de EFICIÊNCIA bastante grandes. Qualquer ganho de EFICIÊNCIA vai facilitar a tarefa de atingir a sustentabilidade económico-financeira. Os ganhos de EFICIÊNCIA implicam várias coisas, como por exemplo, a redução de custos de investimento, porque é possível fazer investimentos de menor dimensão.”

“Por exemplo, um dos aspectos da EFICIÊNCIA é o CONSUMO EFICIENTE de ÁGUA, isto é, a possibilidade do CONSUMIDOR usar MENOS ÁGUA. Há sistemas que permitem reduzir o consumo dentro das próprias instalações. Se o consumidor em vez de consumir 150 litros, consumir 100 litros, os investimentos necessários para satisfazer as suas necessidades são menores. Há também uma redução nos custos de exploração dos sistemas, porque é possível consumir menos reagentes, menos energia, etc.”

“Não é só uma questão de reduzir custos. Também permite disponibilizar mais volume de água. Se se reduzirem as perdas do sistema de 50 para 20 por cento, há um volume de água potável de 30 por cento que pode ser produzido e que passa a estar disponível.”

E por último “Não me parece que seja possível atingir a sustentabilidade financeira só à custa de aumentos de tarifa. É preciso em parelelo, caminha no sentido de dar EFICIÊNCIA ao sector da Água, para que essa sustentabilidade seja assegurada ao preço minímo para o utente”.

Estes foram apenas excertos de uma entrevista mais longa dada por José Veiga Frade, chefe da Divisão da Água e Protecção do Ambiente do Banco Europeu de Investimento, ao Jornal “Água & Ambiente” na sua Edição de Novembro de 2009. É evidente a importância dada à palavra EFICIÊNCIA ao nível da Água começando pelas entidades gestoras da água e saneamento, não deixando de parte o consumo de água em nossas casas, assim como nos edifícios e espaços públicos.

Posted in Notícias | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Empresas estão a economizar milhões na redução do consumo de água

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/22

Assim como a economia de energia, a conservação da água também tem um grande potencial de aumentar os lucros das empresas. Um estudo publicado recentemente por uma instituição americana de Ética chamado “Destravando os lucros da economia de água”, revelou que a tendência é que a conservação deste bem seja prioridade das companhias nos próximos 10 anos. As empresas não apenas se mostra ecologicamente consciente para os seus clientes, mas também economiza muito dinheiro com isso.

Foi realizado um questionário com várias empresas, entre elas as grandes multinacionais como Coca-Cola, Unilever, Shell, etc. Os gerentes das empresas entrevistadas afirmaram que a economia de água será prioridade num futuro muito próximo, e 52% já consideram que o consumo de água já é um dos 5 maiores problemas que eles lidam actualmente.

O que deixa mais fácil convencer os sectores financeiros, que às vezes manifestam certa resistência a este tipo de projecto, é que o investimento em medidas para diminuir o consumo de água reflecte numa grande economia para a empresa, quase imediata. De acordo com o estudo, a maioria das companhias que já iniciaram a redução do consumo de água mostrou-se muito surpresa com a grande taxa de retorno que isso gerou.

O Sainsbury’s, por exemplo, uma cadeia líder de supermercados no Reino Unido, já economizou 1,6 milhões de libras desde que adquiriu depósitos de água , instalou sensores nos urinóis e reduziu a capacidade de água dos vasos sanitários. As reduções, porém, não estão apenas nestas medidas. As companhias podem ainda repensar nos seus esquemas de produção e reduzir drasticamente os custos.

“A água é um recurso crítico que sustenta o desenvolvimento social, e obviamente a protecção ambiental. E mesmo assim, a discussão dos problemas relacionados com a água ainda se mantém limitada aos ministérios ambientais,” relatou Andy Wales, responsável do sector de sustentabilidade da Cia de cerveja SABMiller. “Esses ministros, são óptimos ministros, mas não são os mais poderosos no governo. Nós precisamos de trazer os ministros de áreas financeiras e de energia, entender o impacto que a água tem de provocar o crescimento nos seus países.”

Empresas como a IBM, por exemplo, já estão a prestar atenção a esta tendência, e a criar softwares e hardwares para auxiliar na economia de água.

Fonte: http://pelanatureza.pt/agua/noticias/empresas-estao-a-economizar-milhoes-na-reducao-do-consumo-de-agua

Posted in Notícias | Leave a Comment »

Estádio Universitário de Coimbra aplica medidas que vão levar a uma Poupança de 37% nos Consumos de Água

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/22

Projecto a um ano já começou a ser implementado e concilia intervenções técnicas com acções de sensibilização.
Está já a ser aplicado no Estádio Universitário de Coimbra um conjunto de medidas que permitirá que, no prazo de um ano, se atinja uma economia de 37% no consumo de água naquelas instalações. Em causa estão intervenções de promoção da eficiência hídrica – seja na aplicação de uma política de aquisição de material mais eficiente, seja na substituição de dispositivos existentes – e acções de sensibilização para práticas individuais do consumo.
Projecta-se que a poupança que será possível atingir se situe na ordem dos 4000 metros cúbicos de água por ano, o que equivalerá a uma poupança financeira de cerca de 21 000 Euros.
Algumas das medidas que estão a ser aplicadas, e que foram propostas após uma auditoria realizada pela Associação Nacional para a Qualidade nas Instalações Prediais (ANQIP), são de relativa simplicidade e baixo custo, como a aplicação de ponteiras economizadoras em torneiras existentes, a instalação de torneiras temporizadas, a regulação dos tempos de abertura dos temporizadores das torneiras e duches, a regulação dos volumes de descarga ou a aplicação de redutores de caudal.
Paralelamente às intervenções de cariz técnico, o Estádio Universitário irá levar a cabo uma campanha de sensibilização junto dos utentes e dos funcionários, dando conta de pequenas alterações nos comportamentos individuais que poderão resultar em diminuições importantes do consumo de água. Em causa estão medidas como a redução dos tempos de abertura das torneiras ou a comunicação de fugas e mau funcionamento dos dispositivos.
O Estádio Universitário de Coimbra acolhe actualmente a prática de 22 modalidades, com uma média diária na ordem dos 1400 utilizadores. Nos últimos quatro anos, tem uma média de consumos de água de 11 000 metros cúbicos por ano, resultando num encargo anual médio superior a 44 000 Euros. Em Portugal, as ineficiências totais no uso da água estimam-se em aproximadamente 0,64% do Produto Interno Bruto.

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Em tempo de Verão… prioridades com certeza existirão!!!

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/22

Posted in Cartoon da Semana | Leave a Comment »

Surprising Savings Spur Water Conservation: More Beer, Less Water

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/22

A May 2010 study entitled “Unlocking the Profit in Water Savings” found that water conservation is set to become a top priority for most companies over the next few years.

According to the study, which was conducted by Ethical Corporation (an independent organization that focuses on business sustainability and environmental responsibility), 99 percent of the business managers surveyed ranked water conservation as a “top five” priority over the next decade, with 52 percent already ranking it as one of their top priorities at the moment.

The study’s authors also believe that many major corporations will be inspired to put more focus on water conservation because it can create significant cost savings.

The researchers interviewed managers at such major international corporations as Kraft, Coca-Cola, Shell Oil, and IBM.

“Many companies [were] surprised that the water savings surpassed estimates once water conservation projects were put into place,” says Candace Lombardi, a member of the CNET Blog Network.

One of the examples cited was Sainsbury’s, a UK chain that includes more than 500 supermarkets and 335 convenience stores.

The company saved approximately $2.4 million annually by simply fixing leaks and installing water-conserving toilets and urinals.

Installing just one waterless urinal can save approximately 40,000 gallons of water per year, yielding considerable savings in water-related expenses.

Many manufacturers also use huge volumes of water to produce their products.

A U.K. Miller brewing company has reduced the amount of water it uses to make a quarter gallon of beer to less than one gallon–better than the industry standard. They plan to further reduce this amount by about 20 percent in the next few years.

“Better management of water and water conservation are simply smart moves,” says Klaus Reichardt, CEO and Founder of Waterless Co. “Not only does it promote sustainability, the cost savings are too significant to be overlooked.”

Fonte: http://www.waterefficiency.net/the-latest/beer-conservation-savings.aspx

Posted in Notícias | Leave a Comment »

Investigador português cria torneira que poupa Água

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/10

Um investigador da Universidade de Aveiro (UA) criou uma torneira misturadora inovadora que vai permitir reduzir o desperdício de água em casa.

O dispositivo, que se encontra patenteado a nível internacional, permite reutilizar a água que é desperdiçada cada vez que abrimos a torneira da água quente e esperamos que ela aqueça.

“Em média, são três litros de água potável que correm diretamente para o esgoto, por cada utilização”, estima Vítor Costa, que desde 2007 tem vindo a trabalhar neste projeto.

Com este sistema, segundo o investigador, a torneira só fornece água quando ela já está quente, de acordo com a temperatura desejada.

Poupança de Centenas de Litros de Água

“A água fria, que se encontra na tubagem, entre a caldeira/esquentador e a torneira, é guardada num reservatório e entra novamente na rede, o que pode representar uma economia de centenas de litros de água no final do mês”, adiantou o docente na UA.

O sistema pode também ser usado em instalações antigas sem a necessidade de fazer grandes obras de construção. “Pode usar-se com uma torneira usual, mas é preciso acrescentar um componente hidráulico e um reservatório que vai acumular a água”, explicou.

Desenvolvido em conjunto com a Metalúrgica Luso-Italiana, uma empresa portuguesa que concentra a sua actividade no fabrico e comercialização de torneiras, este sistema misturador com função de poupança de água deverá chegar ao mercado ainda este ano.

Produto à venda “muito em breve”

“Temos alguns protótipos que funcionam e, neste momento, estamos na fase de fazer as últimas afinações”, referiu Vítor Costa, que prevê que o produto possa estar à venda “muito em breve”.

De acordo com o investigador, a perspetiva de comercialização e conquista de mercado por um produto deste género é “muito grande”.

Vítor Costa diz que o sistema será “mais caro” do que uma torneira convencional, mas não tem dúvidas de que a diferença de preços irá compensar a médio/longo prazo, em termos da poupança da água.

O investigador sublinha ainda que a escolha deste produto pode ser importante para obter uma boa classificação energética dos edifícios, acrescentando que o sistema não usa qualquer fonte adicional de energia.

Fonte: http://aeiou.expresso.pt/investigador-portugues-cria-torneira-que-poupa-agua=f592993

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Curso de Rega Eco-eficiente – 12 a 15 de Outubro de 2010

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/10

O jornal arquitecturas promove nos dias 12, 13, 14 e 15 de Outubro de 2010 o Curso de Rega Eco-Eficiente, em Lisboa.

Esta formação é dirigida a arquitectos paisagistas, engenheiros ambientais, profissionais de construção e manutenção de jardins e técnicos municipais da área dos espaços verdes e é ministrada pelo Eng.º Bartolomeu Perestrello, especialista em projecto e instalação de sistemas de rega.

Rega Eco-Eficiente é um curso que tem por objectivo dar resposta a uma necessidade de economizar e racionalizar a água (Eficiência Hídrica) utilizada para rega nos espaços verdes, proporcionando conhecimentos práticos para a concretização de projectos de rega sustentáveis.

Para mais informações e inscrições contacte através do email: arquitecturas@about.pt e/ou do telefone: 21 880 61 48

 

Posted in Eventos | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Eficiência Hídrica – Localização/Fotografias dos Edifícios e Espaços Públicos Alvo de Intervenção

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/09

No âmbito do Projecto “Eficiência Hídrica em Edifícios e Espaços Públicos” já foram apresentados quais seriam os edifícios e espaços públicos alvo de intervenção. Recentemente foram tiradas fotografias da maioria dos edifícios e espaços públicos integrados no Projecto Eficiência Hídrica que poderá consultar no final deste post.

Relembramos que cada um dos 10 municípios seleccionou 3 Edifícios e 1 Espaço Público, para além do Edifício da Reitoria da Universidade de Aveiro.

Toda a informação está disponível de seguida:

 

Posted in 1. O Projecto, 1.5. Localização dos EEP | Leave a Comment »

Desperdício doméstico de Água em Portugal atinge anualmente 750 milhões de euros

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/09

O desperdício doméstico de água em Portugal atinge anualmente 750 milhões de euros, situação que “exige medidas urgentes”, porque dentro de 15 anos haverá escassez desse recurso, alertou o presidente da Associação Nacional para a Qualidade nas Instalações Prediais (ANQIP).

“São números assustadores”, afirmou hoje à Agência Lusa Silva Afonso, docente da Universidade de Aveiro e presidente da ANQIP, instituição criada há três anos com o objetivo de contribuir para a eficiência hídrica.

Estima-se que se percam anualmente três mil milhões de metros cúbicos de água, metade em meio urbano, em edifícios e redes públicas, acrescentou.

Para Armando Silva Afonso, que há alguns anos atrás foi presidente da Comissão de Coordenação da Região Centro (CCRC), esta situação é mais grave perante a perspetiva de Portugal ter problemas de água a partir de 2025, em especial no Sul, e estarem em causa valores monetários que representam 0,64 por cento do PIB (Produto Interno Bruto).

Por cada ano de atraso na aplicação de medidas de eficiência hídrica com a construção de novos edifícios são mais dois milhões de metros cúbicos de água desperdiçada em Portugal, salientou.

Estima-se que os gastos domésticos mais significativos de água, entre 70 e 80 por cento, sejam com chuveiros e autoclismos, e nesse sentido a ANQIP criou um sistema nacional de rotulagem de dispositivos comercializados.

De acordo com aquele responsável, apesar de ser um sistema voluntário já 75 por cento dos autoclismos no mercado estão rotulados, apostando agora a associação na rotulagem de chuveiros e torneiras.

O caudal normal dos chuveiros oscila entre os 12 e os 15 litros de água por minuto, mas o responsável desta associação estima que uma redução para seis litros por minuto, com associação de ar, preserva a sensação de conforto no banho.

Com dispositivos eficientes será possível “com facilidade poupar 30 por cento” naqueles consumos domésticos de água, salienta Silva Afonso.

A ANQIP, além de uma recente auditoria ao Estádio Universitário de Coimbra, em que concluiu ser possível poupar 37 por cento nos consumos de água, já tinha apresentado um projeto para o Loureshopping, com uma poupança de 24 por cento.

Atualmente tem eu curso auditorias a 33 edifícios públicos da zona de Aveiro e avançará com auditorias em hospitais de vários pontos do país, que são considerados grandes consumidores, e nos quais Silva Afonso prevê poupanças financeiras significativas.

Alguns municípios também já recorreram aos seus serviços para análise técnica de projetos e vistoria de obras referentes a redes de água e esgotos.

A ANQIP aconselha também a adoção de sistemas de aproveitamento da água das chuvas, e atualmente tem em curso um estudo de controlo da qualidade para a sua utilização na rega.

A Associação Nacional para a Qualidade nas Instalações Prediais foi fundada há três anos, tem sede em Coimbra e agrega seis universidades e um total de 120 associados, públicos e privados.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Fonte: http://www.ionline.pt/conteudo/68490-desperdicio-domestico-agua-em-portugal-atinge-anualmente-750-milhoes-euros

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Rega ao quadrado…

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/08

Posted in Cartoon da Semana | Leave a Comment »

Jardins Eficientes… Poupando Água!!!

Posted by eficienciahidrica em 2010/07/07

Posted in Vídeos | Leave a Comment »

 
%d bloggers like this: